Portal do Governo Brasileiro

Central de Mídia do Ministério da Educação

Trilhas da Educação - Do sobe e desce do morro às curvas e desencontros do cérebro

You must have the Adobe Flash Player installed to view this player.
5161
Criado em 27 de Maio de 2016
Trilhas da Educação  - Do sobe e desce do morro às curvas e desencontros do cérebro
Descrição

Vai e volta da escola. Todos os dias são iguais. Quer dizer, iguais para uns, mas novidade a cada passo para outros: os curiosos.

Ignorar a realidade que a rodeia e ver possibilidades de novos aprendizados já virou rotina para a estudante Lorrayne Isidoro, de 17 anos. Aluna do 3º ano do ensino médio da unidade Engenho Novo do Colégio Pedro II, uma das mais tradicionais instituições de ensino no Rio de Janeiro, Lorrayne viu um cartaz que divulgava a IV Olimpíada Brasileira de Neurociências. Enquanto os colegas estavam de férias, a jovem foi fazer um curso de verão em neurociências oferecido pelas universidades Federal do Rio de Janeiro e a Federal Fluminense. Essa dedicação lhe garantiu o primeiro lugar nas olimpíadas e a única vaga para 16ª Olimpíada Internacional, que vai acontecer na Dinamarca.

“Eu me interesso por todas as doenças neurodegenerativas, só que em especial, eu observei, ao estudar, sobre o Alzheimer, que é uma doença que eu acho triste, daí eu gostaria de contribuir, cientificamente, pra achar a cura dela.’’ 

De família simples, seu pai é ambulante e sua mãe explicadora, Lorrayne desenvolveu desde cedo a curiosidade pelas coisas a sua volta. “Eu sempre tive muito interesse pela ciência, de observar o que está a minha volta. Observar os animais, as plantas, e sempre tive interesse em descobrir algo novo.’’ Dentro de sua vida modesta, a jovem sempre deu um jeito de aprender o que queria, nunca se acomodou.

“Eu não enfrento tantas dificuldades pra estudar. Sempre quando eu quero aprender algum conteúdo eu vou na internet, pesquiso, pergunto para as pessoas, os professores, se eles tem algum livro pra emprestar e eu estudo.’’

Hoje, Lorrayne fala inglês e francês com ajuda do que aprendeu na escola e, não contente, buscou na internet cursos de dinamarquês e italiano.

“É, eu comecei estudar por um site chamado Duolingo que ele oferece cursos de línguas estrangeiras. Aí eu entre no site e comecei fazer o curso.”

Já quase concluindo a educação básica, Lorrayne sentiu falta de alguns saberes, ela queria descobrir como o cérebro funcionava por meio da neurociência.

“A gente não aprende esse conteúdo na escola, então, é mais nível de pós-graduação. Pros biólogos, eles aprendem pós-graduação com objetivo de fazer neurociências, mas quando se torna médico, ou fisioterapeuta, por exemplo, você aprende ao longo da graduação. Acredito que conhecer o cérebro seja muito importante. Nós usamos ele pra tudo. Ele coordena nossa movimentação, nosso raciocínio, nossas emoções. E ter conhecimento sobre isso eu acredito que seja muito importante. Como eu não tive acesso, muito no médio, resolvi estudar por conta própria.’’

Fundado em 2 de dezembro de 1837, o Colégio Pedro II é uma das mais tradicionais instituições públicas de ensino básico do Brasil. Ao longo de sua história, foi responsável pela formação de alunos que se destacaram por suas carreiras profissionais e influência na sociedade. Seu quadro de egressos possui presidentes da República, músicos, compositores, poetas, médicos, juristas, professores, historiadores, jornalistas, dentre outros.

O colégio pertence à rede federal e hoje conta com quase 13 mil alunos. O Colégio Pedro II oferece turmas desde a educação infantil até o ensino médio regular e integrado, além da Educação de Jovens e Adultos (Proeja). É esta instituição que está apoiando Lorrayne com os estudos e que irá custear a sua viagem para a Dinamarca, que acontecerá entre os dias 30 de junho e 4 de julho. A estudante conta que tem uma professora, em especial, que a está ajudando nesta preparação. 

“Eu tive o apoio de uma professora de biologia do colégio. Ela me emprestou os livros de graduação dela e eu comecei a estudar.”

O áudio está disponível gratuitamente para utilização das rádios.

Texto : Josiane Canterle / Narração : Fernanda Mastellari / Masterização : Jeyson Gonzaga / Vinheta : Luiz Antônio

Foto: Marcelo Carnaval - Agência O Globo

Categoria: Boletim
Download: Veja todos os tamanhos disponíveis

Áudios

relacionados

Voltar ao topo

Categorias

Palavras

populares

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal