Portal do Governo Brasileiro

Central de Mídia do Ministério da Educação

Educação no Ar – A inclusão da diversidade na escola

You must have the Adobe Flash Player installed to view this player.
1309
Criado em 07 de Julho de 2016
Educação no Ar – A inclusão da diversidade na escola
Descrição

No programa Educação no Ar de hoje vamos falar sobre a Secadi, a secretaria do Ministério da Educação (MEC) que cuida da Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. É nesta secretaria que são discutidas as políticas educacionais nas áreas de alfabetização e educação de jovens e adultos, educação ambiental, além da educação especial, do campo, educação indígena, quilombola e para as relações étnico-raciais. Quem nos dá detalhes sobre esse trabalho é Ivana de Siqueira, a nova secretária da Secadi. Graduada em psicologia, com mestrado em educação, ela coleciona experiências na área. Para Ivana, dar visibilidade a todos esses grupos, incluir todos no sistema educacional, é um dos desafios à frente da pasta. 

"Um dos maiores desafios, que eu digo, é incluir esses seguimentos nas políticas de educação do MEC, em geral, e aí no âmbito dos estados e dos municípios com as secretarias de educação, nas escolas, nas instituições de educação superior, nos institutos federais pra que essa população tenha visibilidade e pra que seja atendidas as suas necessidades e as suas especificidades nesses contextos."

A meta quatro do Plano Nacional de Educação (PNE) indica que todas as crianças e jovens, entre 4 e 17 anos de idade, devem ter acesso a educação básica nas redes de ensino regular. O prazo para o cumprimento dessa meta termina em 2024, quando se encerra o período de 10 anos do PNE. Da mesma forma, há o esforço da Secadi para universalizar a educação inclusiva, especial, no sistema escolar.  

"A nossa ideia é fazer uma avaliação de como esse processo da inclusão está acontecendo no nível das escolas, no nível dos estados e municípios, com todo investimento que o MEC tem feito ao longo desses anos, né. O MEC investiu muitíssimo na organização dos apoios pedagógicos que as escolas devem oferecer aos alunos; as salas multifuncionais, as salas de recursos, toda a parte de formação docente, professores para atuarem com esses alunos. E a nossa intenção agora é fazer uma avaliação de como tá a qualidade dessa educação nas escolas."

O analfabetismo entre jovens e adultos vem diminuindo no Brasil. Mesmo assim, dados do IBGE demonstram que esse é um tema que merece atenção, uma vez que 9,3% da população ainda não sabe ler e escrever. A erradicação do analfabetismo absoluto também é uma das metas do PNE, assim como a vinculação da Educação de Jovens e Adultos à educação profissional. 

"Pra esse jovem, esse adulto estar relacionado com a educação profissional é fundamental. Ele tem que ter uma perspectiva profissional no processo dele de educação como direito. Quando ele tem essa perspectiva de educação profissional, também de profissionalização, ele tem um horizonte de futuro mais delineado e que isso anima a ele a seguir os seus estudos."

A nova secretária da Secadi reforça que o MEC tem investido na formação dos professores, na capacitação desses profissionais para que eles atendam da melhor forma toda a demanda e todas as necessidades específicas de cada instituição de ensino. 

"Nós temos aí uma diversidade de temas, de seguimentos, de contextos em que a Secadi é encarregada de promover o direito à educação."

Assista o programa Educação no Ar no canal do Ministério da Educação, no Youtube. 

 

Categoria: Boletim
Download: Veja todos os tamanhos disponíveis

Áudios

relacionados

Voltar ao topo

Categorias

Palavras

populares

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal