Portal do Governo Brasileiro

Central de Mídia do Ministério da Educação

Ministro garante que obras em instituições de ensino não ficarão paralisadas e anuncia liberação de recursos para o IFPE

You must have the Adobe Flash Player installed to view this player.
619
Criado em 09 de Setembro de 2016
Ministro garante que obras em instituições de ensino não ficarão paralisadas e anuncia liberação de recursos para o IFPE
Descrição

O Ministério da Educação repassou R$ 10 milhões para a continuidade das obras de construção de campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE).  A liberação do recurso foi anunciada pelo ministro Mendonça Filho, nesta sexta-feira (09), em Cabo de Santo Agostinho (PE). De acordo com o ministro, o investimento vai garantir celeridade às obras que estavam quase paradas, ampliando o acesso a uma educação pública de boa qualidade.

“O quadro orçamentário do Ministério da Educação era bastante difícil. A gente assumiu o Ministério com a decisão do governo anterior de contingenciar, ou seja, limitar o orçamento do MEC em R$ 6,4 bilhões- o que na prática inviabilizaria completamente qualquer investimento para a área de educação, e até mesmo o custeio e manutenção das IFES, das instituições federais de ensino ligadas ao MEC, e as parcerias com estados e municípios estariam absolutamente inviabilizadas. O presidente (Temer) decidiu e o Ministério da Fazenda e Planejamento descontingenciou R$ 4,7 bilhões. E foi justamente isso e a partir dessa iniciativa e de outras e dessa determinação de nossa equipe do MEC nós pudemos retomar várias obras que estavam paralisadas ou praticamente paralisadas.”

Desde que a atual gestão assumiu o MEC, já foram liberados R$ 232 milhões para custeio e investimento somente para Pernambuco. As instituições federais de todo o país já receberam mais R$ 3 bilhões. 

A verba liberada nesta sexta-feira (09) vai para a construção do campus do instituto em Cabo de Santo Agostinho. Com a conclusão das obras, o campus terá cinco cursos regulares: técnico em logística, meio ambiente, hospedagem e cozinha e o curso de qualificação profissional em almoxarife. Segundo o ministro, as modalidades ofertadas estão de acordo as potencialidades da região.

“É um campus que vai contemplar cerca de 1,5 mil jovens estudantes, terão espaço aqui e oportunidade de acesso a educação técnica e tecnológica, um dos pólos mais dinâmicos de desenvolvimento de Pernambuco aqui próximo ao porto de Suape, conectado com Ipojuca, Cabo, toda mata sul, toda a região sul da região metropolitana da capital do estado, o que mostra que a gente está atuando justamente em conexão com as vocações regionais dentro do território do nosso estado.”

No campus de Santo Agostinho, os alunos também terão cursos de graduação e pós-graduação: bacharelado em engenharia ambiental e técnico em meio ambiente; tecnologia em gestão portuária, pós-graduação em gestão pública, tecnologia em hotelaria e pós-graduação em gastronomia. Para a reitora do Instituto Federal, Anália Keila Ribeiro, a construção do campus é um sonho.

“A gente está muito feliz aqui hoje porque a gente entende que a infraestruturação da educação como um todo, da educação profissional e tecnológica, ainda é um desafio para o Brasil.”

O secretário de Educação de Pernambuco, Fred Amâncio, presente na solenidade - e que foi aluno da escola técnica antes de chegar à educação superior-, ressaltou a importância nos investimento na área.

“Considerando que hoje, no país, apenas 17% dos jovens ingressam na universidade, a gente precisa pensar e dar mais oportunidade para os nossos jovens que estão hoje nas escolas pra eles terem mais perspectivas de inserção no mercado de trabalho. E a educação profissional é um caminho importante.”                                             

O campus de Santo Agostinho também vai atender alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) que poderão escolher entre os cursos de recepcionista de eventos, auxiliar de transportes, movimentação e distribuição de cargas, assistente administrativo e cozinheiro. 

O áudio está disponível gratuitamente para utilização das rádios.

09/09/2016 – Sonora: Sandra Fontella

Categoria: Boletim
Download: Veja todos os tamanhos disponíveis

Áudios

relacionados

Voltar ao topo

Categorias

Palavras

populares

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal