Portal do Governo Brasileiro

Central de Mídia do Ministério da Educação

Ministro da Educação diz que dados do Censo da Educação Superior 2015 reforçam necessidade de reforma do Ensino Médio

You must have the Adobe Flash Player installed to view this player.
268
Criado em 06 de Outubro de 2016
Ministro da Educação diz que dados do Censo da Educação Superior 2015 reforçam necessidade de reforma do Ensino Médio
Descrição

Quase metade dos alunos que ingressou no ensino superior em 2010 desistiu do curso em até quatro anos. É o que aponta o Censo da Educação Superior 2015 apresentado nesta quinta-feira (06) pelo Ministério da Educação e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).  Pela primeira vez, o Inep cruzou dados com o CPF dos alunos e desenhou a trajetória dos estudantes na educação superior no Brasil. 

Os indicadores demonstram que - em 2010, 11,4% dos alunos deixaram de frequentar o curso. Em 2014, esse índice passou para 49%. Desse total, apenas 29% dos estudantes concluíram o curso. O ministro da Educação, Mendonça Filho, atribuiu tais resultados ao atual modelo do ensino médio, considerado defasado e distante da realidade do jovem brasileiro. Ele acredita que, com a reforma, vagas ociosas nas universidades serão facilmente preenchidas. 

“Esse censo do ensino superior, da educação superior, na prática, reforça a tese que temos batido que há necessidade muito grande de reforma do ensino médio no Brasil. Ela vai na direção de facilitar o acesso dos alunos ao ensino superior e vai ampliar as oportunidades nesse sentido. A gente tem uma ociosidade muito grande na educação superior no Brasil, a gente tem disponibilidade de vaga tanto na rede privada como na pública, que é gratuita. Então, há de se ter uma busca de preenchimento dessas vagas.”

O Censo aponta que das 6,1 milhões vagas novas em instituições públicas e privadas de ensino superior, 42% foram preenchidas. De acordo com a presidente do Inep, Maria Inês Fini, a reestruturação na educação de nível médio vai ampliar o horizonte do aluno.

“A reforma do ensino médio vai dar ao jovem a oportunidade dele vivenciar algumas trajetórias acadêmicas mais associadas a cursos e carreiras no ensino superior.”

Ainda na coletiva que divulgou os dados da Educação Superior, o ministro Mendonça Filho garantiu aos alunos que aguardam pela renovação do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) que os contratos serão renovados e os novos contratos serão firmados de acordo com o cronograma estabelecido. 

O áudio está disponível gratuitamente para utilização das rádios.

06/10/2016 – Sonora: Sandra Fontella

Categoria: Boletim
Download: Veja todos os tamanhos disponíveis

Áudios

relacionados

Voltar ao topo

Categorias

Palavras

populares

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal